Menu topo

Pesquisa do instituto Seta aponta para vitória da ex-prefeita Marília Dias [PMDB] em Macaíba.

A pesquisa foi publicada no TRE no dia 24 para publicação nesta sexta-feira [30], sob número RN-07479/2016 e as entrevistas foram feitas nos dias 24 e 25.

Números da pesquisa Estimulada:

Marília Dias [PMDB] – 37,1%

Fernando Cunha [PSD] – 34,1%

Kátia Sena [PRP] – 23,3%

Indecisos – 4,3%

Branco/Nulo – 1,1%

Rejeição: em quem o eleitor não quer votar de jeito nenhum em Macaíba

Fernando Cunha – 44,2%

Kátia Sena – 25,6%

Marília Dias – 17,2%

Repasse dos royalties cai mais R$ 500 mil e prefeitura de Macau recebeu apenas R$ 818 mil este mês

Os municípios do Estado do Rio Grande do Norte receberam nesta segunda-feira, 25 a parcela do crédito de setembro, dos royalties do petróleo de competência do mês de agosto. Todas as cidades que tem direito ao benefício receberam cortes.

A tabela abaixo com fonte de informações da Agência Nacional de Petróleo – ANP mostra créditos de royalties creditados na conta das prefeituras de Macau no período de janeiro a outubro de 2015, onde os cofres públicos municipal receberam somente de royalties a bagatela de R$ 23.490.108,43. Já no período de janeiro a agosto, a prefeitura recebeu de royalties a quantia de R$ 15.843.328,72.. Considerando o mesmo período (janeiro/agosto) do ano de 2016, os royalties tiveram a brusca queda de mais de 67%, o que corresponde a uma pedra de mais de R$ 6,1 milhões somente este ano.

Tabela – 1 Valores de Janeiro a Outubro de 2015

tabela1

Este mês, você, cidadão macauense não viu em nenhum veículo de comunicação a vertiginosa queda de receitas de royalties, FPM, ICMS, FUNDEB, ISS e das transferências constitucionais da saúde. A redução grandiosa e abrupta destas receitas vem provocando uma angústia sem precedentes na equipe financeira e de planejamento da Prefeitura Municipal de Macau, esta redução de receitas vem prejudicando o município no que tange a honrar seus compromissos nas datas pré-estabelecidas.

No início do ano, o Prefeito Einstein Barbosa organizou a máquina pública para conseguir celebrar os pagamentos em dia e também para abrir negociação para quitar débitos referentes ao ano de 2015. No entanto, as sucessivas quedas de receitas iniciadas desde janeiro, os bloqueios judiciais, os precatórios e a alta inflação do período estão provocando desequilíbrio financeiro na nossa cidade, e, consequentemente, dificuldades de honrar compromissos com fornecedores e prestadores de serviços. Todavia, o Prefeito Municipal, Einstein Barbosa graças às medidas de austeridade e planejamento tomadas no início do ano, está conseguindo com muita dificuldade efetuar os pagamentos e mantendo os serviços básicos em pleno funcionamento.

Tabela – 2 Comparação de valores nos 2015/2016

tabela2

Salienta-se, que em apenas duas receitas (ISS e Royalties), o município já teve uma frustração no montante de R$ 9.000.000,00 se comparado ao ano de 2015, se forem somar todas as demais receitas esta situação se agrava de forma assustadora. Autoridades atribuem a queda de receitas à crise econômica que aflige o país, provocando colapso em várias cidades brasileiras que tem suas principais fontes de receitas originárias de transferências intergovernamentais. Em 2015, o município já tinha sofrido quedas de receitas, mas que manteve os royalties no patamar em média de R$ 1.800.000,00 e ocasionou um endividamento de mais de 12 milhões de reais.

A prefeitura de Macau tem tido perdas substanciais de receitas, de forma a prejudicar os serviços básicos do município. Esses recursos são investidos em áreas prioritárias como educação e saúde.

Na tabela acima se pode observar que no ano de 2015, somente de royalties, a prefeitura arrecadou praticamente o dobro do que se arrecada hoje na gestão do atual prefeito Einstein Barbosa. Em 2015 entrou nos cofres da prefeitura mais de R$ 15 milhões, enquanto que até este mês se arrecadou pouco mais R$ 9 milhões.

Contudo, este ano houve o agravamento da situação, somente neste mês houve uma redução de mais de R$ 500.000,00 na receita de royalties se comparado ao mês anterior, ficando na casa dos 818 mil reais, ou seja, somente de royalties comparado ao ano anterior tivemos uma redução de mais de 1 milhão de reais no mesmo período. Para o Prefeito Einstein Barbosa, o planejamento e a política de redução de despesas estão sendo adotadas em sua Gestão, mas as sucessivas quedas de arrecadação estão provocando um desequilíbrio nas finanças municipais.

O presidente da Federação dos Municípios do Rio Grande do Norte – FEMURN, prefeito de Assu Ivan Junior, disse que está impraticável para um gestor administrar um município em dias atuais.

“A situação é grave. Hoje, os gestores são meros pagadores de salários, pois praticamente não existem mais obras ou investimento nos municípios. Mas a situação financeira das prefeituras é tão ruim com os déficits que amargamos que não mal temos condições de pagar os salários”, diz o presidente da Femurn e prefeito de Assu, Ivan Júnior.

Para o prefeito e presidente da FEMURN, ser gestor de um município na atual crise é um verdadeiro ato de coragem. Ivan afirma que não há verba para atender as demandas da sociedade – que têm o direito de cobrar dos prefeitos. Uma solução, segundo o prefeito é repensar uma nova divisão tributária, para que os municípios tenham um retorno justo dos impostos, e cobrar dos entes superiores o repasse correto de convênios firmados.

O desequilíbrio financeiro atinge não somente os investimentos em educação, saúde e obras para os municípios, mas também a folha de pagamento de servidores estatutários é atingida. No município de Macau, aonde a folha chega a quase R$ 2.700.000,00, a conta não fecha, comprometendo praticamente todos os recursos de FPM e ICMS. Provavelmente este mês, estas receitas não chegarão ao valor de R$ 2.600.000,00.

O prefeito Einstein Barbosa estuda juntamente com sua equipe técnica, medidas de contenção de despesas. O prefeito Einstein relata que a situação tem acarretado graves problemas para o município de Macau, onde o grau de dependência desse recurso é muito elevado.

Como já dito antes, este momento não é uma exclusividade do município de Macau, grande parte dos nossos municípios Estados do Rio Grande do Norte, que tem nos royalties a sua principal receita, há meses vem sofrendo os efeitos da redução do repasse dos royalties do petróleo, com demissões e até cortes nos investimentos.

O impacto da queda dos royalties alterou os planos da prefeitura que tem nessa receita, a dependência de seus maiores investimentos. O prefeito Einstein estima uma perda acima de 60%, até o fim do ano em valores absolutos. Por causa disso, vários projetos estão sendo revistos.

Como mentira tem pernas curtas, mais uma vez o município macauense viu que a inauguração da Central do Cidadão não passou de mais uma grande MENTIRA. Se contarmos aqui quantas vezes à data de inauguração foi anunciada somente nesta eleição, Macau teria uma central praticamente em toda esquina. Ontem, mais uma vez os blogs ligados à coligação “Mudança de Verdade”, pregaram mais uma estória anunciando a inauguração que mais uma vez não aconteceu.

É lamentável ver que se para tentar ganhar uma eleição o ser humano seja capaz de tudo e saia por aí espalhando estórias, na tentativa de transformar em verdade. Um descabimento sem noção.

O candidato da coligação “Mudança de Verdade”, ontem terça-feira [27], passou mais uma vez pelo vexame de não ver a mentira virar verdade, quando depois de tanta publicidade dada a abertura da central, na VERDADE não aconteceu.

Sabemos que a abertura da central em Macau é apenas de cunho eleitoreiro, se não o governo do Estado já teria inaugurado quando lançada a primeira mentira ano passado.

Este foi um ponto!

Outro ponto,

Diz respeito à localização do prédio situado num posto de combustível na entrada da cidade, pondo em risco a vida do cidadão usuário dos serviços. Imagine uma fila de pessoas esperando atendimento, enquanto isso, realizando seus vícios de fumar cigarros e de usar aparelhos celulares, nas dependências de um posto de combustível.

É assim que o povo de Macau é tratado, sem respeito nenhum, de qualquer jeito e forma já “serve”, devem pensar os idealizadores da frustrada abertura da Central do Cidadão.

Como não deu dessa vez… se houver próxima, ainda há tempo de planejar para não ficar ainda mais feio, procurem depois das eleições um outro local com segurança e conforto ao povo macauense, pois esse merece respeito.

O governador Robinson Faria autoriza levantamento para vender empresas públicas, o estudo, contempla a venda de ações, imóveis e participações acionárias. Contudo, o governo autorizou o trabalho, mas não sabe ainda se irá executá-lo.

Ainda não há conclusão desse levantamento, mas empresas como Companhia de Águas e Esgotos [CAERN] e Empresa Potiguar de Gás [Potigás] podem ser desmobilizadas.

A Comissão Executiva Bancária Nacional de Negociação – CEBNN/CONTEC e a Fenaban, que estão reunidos no hotel Maksoud Plaza, em São Paulo, decidiram suspender as negociações e retomar a reunião na quarta-feira [28], às 15h. A greve dos bancários completou três semanas e já fechou quase 14 mil agências no país, segundo o último balanço da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro [Contraf-CUT]. De acordo com o Banco Central, o país tem 22.676 agências bancárias instaladas, segundo último balanço do Banco Central.

A categoria já havia rejeitado a primeira proposta da Fenaban – de reajuste de 6,5% sobre os salários, a PLR e os auxílios refeição, alimentação, creche, e abono de R$ 3 mil. A proposta seguinte, também rejeitada, foi de reajuste de 7% no salário, PLR e nos auxílios refeição, alimentação, creche, além de abono de R$ 3,3 mil. Em nota, a Fenaban disse que a última proposta apresentada “resulta numa remuneração superior à inflação prevista para os próximos doze meses, com ganho expressivo para a maioria dos bancários”.

Ney_TourosMais um candidato a prefeito do governo Robinson Faria, desiste de candidatura no interior do Estado. Depois do prefeito de Mossoró, Francisco José Junior [PSD], hoje foi a vez do prefeito de Touros Ney Leite[PSD], jogar a toalha e sair da campanha. Ney era candidato a reeleição. O anunciou de sua desistência da disputa pela reeleição, veio através das redes sociais.

No vídeo o prefeito afirmou:

“Vou terminar meu mandato de cabeça erguida”, disse o Prefeito na página do facebook.

Passeata_Danatas_BarreirasVereador da coligação pela A Força Que Vem Do Povo, Sargento Dantas 11.111 promoveu neste sábado [24], a maior passeata realizada por um vereador em toda história de Barreiras, distrito praieiro do município de Macau.

De acordo com os organizadores, aproximadamente 1500 pessoas, dos Distritos e povoados, saíram pelas ruas gritando o nome do vereador Sargento Dantas. O vereador vota para prefeito e vice em Zé e Coroné.

A juíza da 29ª Zona Eleitoral, Aline Daniele Belém Cordeiro Lucas, suspendeu, na ultima quinta-feira [22], a divulgação de uma pesquisa de intenção de voto elaborada pela CERTUS Pesquisa e Consultoria, registrada pelo grupo oposicionista na cidade, que tem como candidato a prefeito o Dr. Gustavo Soares [PR]. A amostragem que seria apresentada ao eleitorado ontem, sexta-feira [23] foi suspensa em razão de suspeitas de manipulação e adulteração dos dados.

A pesquisa registrada sob o nº 1843/2016 é suspeitas de irregularidades comprovada a partir de diálogos difundidos em grupos de WhatsApp.

Pelas conversas se identificaram a manipulação dos dados, burlando os resultados pesquisados.

O caso está registrado em praticamente toda imprensa estadual.

Em Macau o candidato da coligação “Mudança de Verdade”, trabalha com o instituto CERTUS.

É necessários que a justiça eleitoral fique sempre sempre alerta a esse comportamento.

A Construbem & Cia, empresa responsável pela Coleta de Lixo de Macau, emitiu na manhã de hoje, quinta-feira [23], um comunicado à população e imprensa local, esclarecendo que os serviços de limpeza pública continuam a todo vapor, sendo usado 100% da capacidade da empresa, mantendo as ruas da cidade limpas. Para a empresa a notícia que circulou em alguns blogs da cidade, não passou de propagação enganosa, a ponto de deixar a população apreensiva, com a irresponsabilidade do time do quanto pior melhor, tentando neste momento de eleição, confundir a cabeça do cidadão, trazendo terror a população. Portanto a empresa avisa que os serviços de limpeza continuam e que não haverá paralisação nenhuma.

Eis, a nota na íntegra:

construbemA Construbem & Cia, empresa responsável pela coleta de lixo de Macau esclarece a toda população e imprensa local que não houve e nem haverá paralisação dos serviços prestados à população macauense, de forma a tranquilizar a todos. A informação que circula em alguns blogs da cidade, de que os trabalhadores da limpeza estão em greve, não é verdade. A empresa, assim como o pais passa por dificuldades financeiras neste momento de crise, mais nossos serviços continuam 100% de sua capacidade funcionando em Macau.

Prestamos nossos serviços em vários municípios do Estado do Rio Grande do Norte e assim como, no município de Macau, outras cidades também passam por dificuldades. No entanto a prefeitura de Macau tem cumprido com sua responsabilidade com a empresa. Quanto ao atraso no repasse, a empresa entende que é decorrente da alteração da data de repasse dos royalties, que eram creditados todos os dia 20 de cada mês e agora está sendo repassados no último dia útil do mês. Isto tem ocorrido em outras cidades do Estado, neste seguimento, onde a queda de arrecadação e a alteração de datas de repasses aos cofres públicos municipais tem mudado a rotina das empresas.

Tomamos conhecimento de que estaria havendo dentro da empresa, um motim incentivado pelo momento político, onde alguns trabalhadores estariam tentando criar uma greve, mas o transtorno já foi contido.

Neste sentido, a empresa Construbem & Cia, tranquiliza a população de Macau e, avisa que o serviços de coletas continuarão sendo efetuados normalmente, com 100% de sua capacidade em funcionamento.

Agradece

A Diretoria

A Prefeitura de Macau vem a público esclarecer que mesmo com as dificuldades que vem atravessando o município de Macau nos últimos meses, o Prefeito Einstein Barbosa tem dirigido com responsabilidade as contas públicas do município. As dificuldades financeiras que passa o município macauense, não é exclusividade de Macau, mas de todos os municípios brasileiros.

Houve uma queda abrupta no orçamento, prejudicado pela perda de recursos vindo do Fundo de Participação dos Municípios – FPM e dos royalties, este último eram repassados à prefeitura entre os dias 20 e 21 de cada mês. Devido o problema financeiro que vive o país e a crise que passa a Petrobras, os royalties têm sido depositados no último dia útil do mês ocasionando não em atraso, mas em alteração de data de alguns pagamentos.

Na gestão anterior, os repasses dos royalties atingiam valores superiores a R$ 3 milhões de reais mês, hoje esses valores caíram substancialmente, atingindo valores correspondente a R$ 1 milhão, com queda absoluta atuais de 63%.

Um exemplo é o que ocorre com o ICMS, que deveria ter sido repassado ao município na data de ontem, terça-feira, 20 de setembro, mas até o momento não foi creditado na conta do município.

Quanto a coleta de lixo do município, os serviços prestados pela empresa Construbem, continua sendo realizado normalmente em toda cidade, a mantendo-a limpa e por um custo menor que em outras administrações. Já o atraso aos trabalhadores da empresa, a responsabilidade é da empresa contratada Construbem.

O prefeito Einstein Barbosa tranquiliza todos os trabalhadores da empresa Construbem, assim como a população, pois a Secretaria de Finanças do Município de Macau já adianta que as medidas estão sendo tomadas para a normalização da situação e providencia para os próximos dias o repasse de pagamento a empresa prestadora do serviço de coleta de lixo do município.

A Construbem continuará realizando normalmente seus serviços sem trazer nenhum prejuízo a população.

Informamos que a Prefeitura permanece realizando seus serviços com qualidade, agilidade e presteza.

Fechar