Menu topo

natal_crimes_estado_bandido_incendio

A secretária de Segurança Pública e da Defesa Social, Kalina Leite, anunciou que o governador Robinson Faria garantiu junto ao Ministério da Justiça o envio de mais de 200 militares da Força Nacional de Segurança, para reforçar as ações de monitoramento nos presídios.

O reforço do Governo Federal chega ao RN a partir desta terça-feira [17]. Uma crise se instalou após rebeliões e ataques incendiários contra ônibus. Isso despertou pânico na população.

O governador Robinson Faria [PSD] convocou entrevista coletiva para esta terça-feira [16], às 10 horas, na Escola de Governo, com a finalidade de informar as ações do governo do estado para coibir as ações dos bandidos em Natal, que se agravaram na noite desta segunda-feira.

Os bandidos presos no presidio de Alcaçuz, a maior penitenciária estadual do Rio Grande do Norte, gravaram um vídeo explicando os motivos pelos quais eles estão rebelados. No vídeo, os marginais que não se identificam falam que estão revoltados pelas condições nos presídios. Eles criticam a justiça pela demora em liberar presos que já teriam direito de sair, bem como pede a saída de Dinorá Simas, diretora de Alcaçuz.

Robinson já decretou estado de calamidade no sistema prisional.

Quatro ônibus foram incendiado em Natal, nos bairros do Golandim, Vale Dourado, na avenida Hermes da Fonseca, no bairro do Petrópolis.

De acordo com os detentos, caso as exigências não sejam atendidas, onda de violência vai continuar.

Sobre o Autor:

Estudou em escola pública de Barreiras, Escola Municipal Alferes Cassiano Martins [Macau] e na Escola Estadual winston churchill [Natal], formado em Ciências Econômicas e pós-graduado em Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, funcionário público.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas HTML tags e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Fechar