Menu topo

Já escrevi aqui sobre a palavra que mais se ouve hoje “crise”. No meu ponto de vista ainda não há a “crise que se falam, o que existe são transferência de divisas – moedas mudando de mãos, se distanciando dos mais desprovidos de riquezas e indo para nas mãos dos mais afortunados, aí sim existe a tal crise.

Aonde anda a crise mesmo? no último dia 12 de dezembro escrevi o post Crise, que Crise?, dias depois li em vários portais e blogs notícias sobre crise, onde os textos combinavam com o que havia dito aqui, um verdadeiro suíte, o que poderia novamente comentar, mas não quis repercutir, até ver uma matéria sobre investimentos do governo do RN.

Não sou adivinho, não jogo búzios ou cartas, mas profetizo! Sairemos da “crise”.

Um breve histórico do que li recentemente sobre crise, economia e investimentos.

  •  Em Jucurutu, município com população de 18 mil habitantes, na região Seridó, o governador Robinson Faria, inaugurou nesta terça-feira, 20, mais uma unidade do Restaurante Popular. Até janeiro de 2017 serão inauguradas mais seis unidades o que vai totalizar 32 restaurantes. Serão contemplados os municípios de Natal [bairros Planalto e Pompéia], Mossoró, São José de Mipibu, Jardim de Piranhas e São Miguel.
  • O presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Natal, Augusto Vaz, contou suas expectativas para as vendas do comércio durante o iminente período natalino. De acordo com o especialista, a previsão é de que a população preencha as lojas e shoppings.
  • A arrecadação de impostos e contribuições federais chegou a R$ 102,245 bilhões em novembro. Na comparação com novembro de 2015, houve um pequeno aumento real [descontada a inflação, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo – IPCA] de 0,1%.
  • Em novembro, vendas de títulos somaram R$ 1,84 bi, o terceiro maior valor mensal do ano e o maior montante para o mês desde a criação do Tesouro Direto, em 2002.
  • Projeto de US$ 14,3 bi no Pará fará extração de minério de ferro de baixo custo.
  • Com incentivos do governo, cerâmica é inaugurada e gera 800 empregos que serão criados no RN

Para não nos estendermos mais, irei citar só mais um investimento do governo do RN, que se trata do saneamento na Capital Potiguar, rasgando ruas por toda cidade do Natal.

Aí você vai dizer: O governo está com os salários atrasados e isso não é crise?

– Não! isto não é crise. é a nova política adotada pelos governos, isso sim. Observem que só não há dinheiro para pagamento de salários, uma espécie de forçar a barra para que se peçam demissão. É a nova política pública dos governantes.

Sobre o Autor:

Estudou em escola pública de Barreiras, Escola Municipal Alferes Cassiano Martins [Macau] e na Escola Estadual winston churchill [Natal], formado em Ciências Econômicas e pós-graduado em Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, funcionário público.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas HTML tags e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Fechar