Menu topo

Não conheço outro momento político mais delicado no Brasil, onde um governo sem nenhuma legitimação procura destruir o postos de trabalhos e o sonho do trabalhador em alcançar sua aposentadoria. Temer é um “ditadozim”, que manda num congresso surjo, pior que pau de galinheiro, um balaio de corrupto sustentados pelo dinheiro que deveria ser aplica na saúde, previdência, estradas, trabalho etc.

Mas uma ação poderá pôr fim nessa malvadeza. O país pode ter eleições antes do tempo – outubro de 2018, mas que para mim já passada a hora desse tempo. Já é hora de voltarmos as urnas e eleger novo presidente, novos deputados. Mas isto somente não basta, precisamos antes de tudo saber em que votar.

Uma convocação de eleições diretas para presidente, está as nossas portas, basta o Michel Temer ser cassado pela Justiça Eleitoral, que se prepara para julgar uma ação contra o “coringa” julgada no Supremo Tribunal Federal [STF].

Como o ministro relator da causa, Luís Roberto Barroso, já liberou a ação, basta uma decisão da presidente do STF, Carmén Lúcia, para que o Supremo analise a questão. A Corte entrou em recesso nesta semana e retorna ao trabalho em fevereiro.

A ação vem tramitando no Supremo sem alarde e seu potencial de provocar eleições diretas tem sido ignorado. Por enquanto, prevalece em Brasília a percepção de que, caso Temer seja destituído pelo Tribunal Superior Eleitoral [TSE], seria necessário aprovar uma PEC [proposta de emenda constitucional] para viabilizar eleições diretas no país. A base de Temer, porém, tem bloqueado essa discussão no Congresso.

Sobre o Autor:

Estudou em escola pública de Barreiras, Escola Municipal Alferes Cassiano Martins [Macau] e na Escola Estadual winston churchill [Natal], formado em Ciências Econômicas e pós-graduado em Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, funcionário público.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas HTML tags e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Fechar